Jump to content
  • 0
Sign in to follow this  
Henrique Caldeira

Windows 7

Vale a pena mudar para esse novo sistema operacional?  

23 members have voted

  1. 1. E vc, se arriscará usar esse novo SO?

    • Quem usa Windows XP, e esta pensando em trocar agora.
      8
    • Quem usa Windows Vista, e esta pensando em trocar agora.
      4
    • Só depois do segunda ou terceiro Service Pack (SP).
      7
    • Nem depois de um milhão de Service Pack (SP), gosto do meu SO.
      0
    • Nem a pau Juvenal, uso linux.
      3
    • Prefiro o MAC.
      1


Question

o Windows 7, novo sistema operacional da Microsoft, já é encontrado nas prateleiras das lojas de todo o mundo. Quem pensa que o software é mera atualização do Vista, engana-se. Especialistas e usuários comuns, que seguem o desenvolvimento do programa desde o início, acreditam que o Windows 7 é sólido e robusto e se destaca por sua interface – mais funcional e agradável do que a de seu antecessor (muitos especialistas acreditam que essa ferramenta se aproxima bastante de seu principal concorrente, o Mac OS X, da Apple) – e pelo aumento de velocidade do sistema, que permite realizar tarefas e gerenciar documentos de forma mais ágil.

“O Windows 7 tem melhorias no gerenciamento da memória que ajudam os usuários a terem uma experiência melhor do que a do Vista em PCs com especificações similares ou até mesmo um pouco inferiores”, afirma Michael Silver, vice-presidente e analista do Gartner.

Outro trunfo do Windows 7 é sua afinidade com os netbooks, laptops ultraportáteis de baixo custo. Ao contrário do Windows Vista, o novo sistema funciona bem nessas pequenas máquinas com capacidade reduzida de processamento.

O QUE VALE A PENA:

Barra de tarefas - À primeira vista, a interface do Windows 7 é muito parecida com a do Vista, mas não é. A nova barra de tarefas não usa mais rótulos escritos, mas sim ícones dos programas. A visualização prévia (em miniatura) das janelas minimizadas funciona mesmo quando há muitas janelas abertas numa única aplicação. Internet Explorer, Windows Explorer e Windows Media Player têm ícones que ficam, por padrão, permanentemente fixos na barra de tarefas. Caso o usuário queira colocar outros ícones na barra, basta arrastá-los e soltá-los sobre a barra de tarefas.

Outras funções – Com o recurso Jump Lists, é possível acessar (com um clique no botão direito do mouse) menus com ações relacionadas à aplicação. Por exemplo, no ícone do Word, o usuário verá uma lista de arquivos que acessou recentemente. No caso do Internet Explorer, aparece a lista dos sites visitados com mais frequência.

Alerta do sistema – Ao instalar um programa, os balões informativos não irão mais aparecer. É claro, se o usuário preferir, basta solicitar que o informativo apareça, mas sem a opção de balão pop-up.

Controle de conta – A função de Controle de Conta do Usuário (UAC, em inglês) foi criada para o Windows Vista para avisar o usuário sobre as tentativas de vírus e outros ataques. No novo sistema, há duas opções: receber alertas somente se um programa mudar suas configurações com ou sem aquela tela de aviso. É menos incômodo.

Adeus, meus documentos – Por vários anos, os usuários guardavam seus arquivos na pasta Meus Documentos. É comum, porém, encontrar quem tenha perdido seus arquivos em outros locais no disco do computador. Um novo recurso chamado Bibliotecas (do inglês Libraries) faz a divisão em pastas virtuais para documentos, música, fotos e vídeos, que mostram os conteúdos de determinadas pastas (predeterminadas pelo usuário) dentro de uma única visualização. Por exemplo: a pasta Biblioteca de Documentos pode exibir todos os arquivos, mesmo que estejam guardados em lugares espalhados pela máquina. No entanto, a biblioteca não está integrada à ferramenta de Histórico de Buscas, que cria uma nova pasta virtual.

Multitoque - O Windows 7 é a primeira versão do sistema operacional que suporta a tecnologia multitoque, que permite a navegação por toque. Para isso, é necessário ter um computador com capacidade multitoque. Ainda existem poucos no mercado (como o HP TouchSmart).

O QUE NÃO VALE A PENA:

Troca de arquivos – O sistema permite compartilhar pastas com conteúdos multimídia entre máquinas por meio de uma rede, o que garante o acesso a esses conteúdos a partir de qualquer PC ou notebook conectado à rede. O lado ruim deste sistema é que o programa define uma senha de dez dígitos alfanuméricos para o usuário. Além disso, o aplicativo só permite compartilhar pastas com conteúdo multimídia entre PCs que possuam Windows 7. Então, nada de compartilhamento de arquivos para quem usa Windows XP, Vista e até Mac.

Atualizações – Ao utilizar o Windows Update, de acordo com as recomendações da Microsoft, o computador irá solicitar o desligamento da máquina para que seja atualizado. Desta forma, é preciso desligá-lo e deixa de fazer o que estava fazendo ou então gastar um bom tempo para instalar as atualizações quando tentar reiniciá-lo.

Começar de novo – Para quem tem XP e deseja fazer upgrade, não haverá escolha. É preciso reinstalar todos os aplicativos e ajustar as configurações. Os usuários do Windows Vista podem instalar o novo sistema sobre o antigo, porém não em todos os cenários.

Share this post


Link to post
Share on other sites

0 answers to this question

Recommended Posts

There have been no answers to this question yet

Sign in to follow this  

×
×
  • Create New...

Important Information

By using this site, you agree to our Terms of Use.